Portal da Torcida
Tudo Sobre Futebol e Seu Time

Duas casas de apostas procuram o Palmeiras e Crefisa de Leila Peireira pode estar dando adeus

Duas casas de apostas procuram o Palmeiras e Crefisa de Leila Peireira pode estar dando adeus. Foto: Reprodução
Duas casas de apostas procuram o Palmeiras e Crefisa de Leila Peireira pode estar dando adeus. Foto: Reprodução

O Palmeiras, um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, pode estar prestes a perder seus principais patrocinadores. A Crefisa e a FAM, empresas pertencentes a Leila Pereira, têm sido parceiras do clube desde 2016, mas segundo o jornalista esportivo Jorge Nicola, essa relação exclusiva pode estar com os dias contados.

Desde 2016, a Crefisa e a FAM, empresas de crédito e seguros, respectivamente, têm investido pesado no patrocínio do Palmeiras. Leila Pereira, proprietária das duas companhias, tem desembolsado cerca de R$ 81 milhões por ano para estampar suas marcas no uniforme do clube. Além disso, há uma série de bônus por desempenho que podem elevar ainda mais esse valor.

Duas casas de apostas procuram o Palmeiras

No entanto, a partir de 2025, a Crefisa e a FAM podem ter mais concorrência. Segundo Jorge Nicola, já existem duas propostas oficiais de casas de apostas interessadas em patrocinar o Palmeiras. A Esportes da Sorte e a Pixbet são as principais candidatas e estão dispostas a investir valores bastante significativos.

De acordo com Nicola, a Esportes da Sorte ofereceu R$ 130 milhões para ter exclusividade no uniforme do Palmeiras, incluindo o departamento de futebol masculino e feminino. Além disso, a empresa também está disposta a pagar R$ 5 milhões pelos LEDs durante o Campeonato Paulista.

Leila Peireira pode estar dando adeus?

A diretoria do Palmeiras está analisando as propostas da Esportes da Sorte e da Pixbet, mas ainda não há informações sobre os valores oferecidos pela segunda empresa. É esperado que uma decisão seja tomada durante o segundo semestre.

Apesar das novas propostas, Jorge Nicola acredita que Leila Pereira deve ser reeleita como presidente do clube com “certa facilidade”. Seu mandato se encerra no final de dezembro, mas sua influência e investimento no clube podem garantir sua permanência no cargo.

Leila Pereira responde sobre ser presidente da CBF

Na mesma entrevista, Leila Pereira foi questionada se já pensou em ser presidente da CBF. Apesar de responder negativamente, deixou no ar que tudo poderia acontecer no futuro.

“Não. Nunca. Eu gosto de clube. Eu gosto do dia-a-dia do clube. Eu gosto… Não, nunca. Nunca. Mas também, meu caro, eu nunca pensei em ser presidente do Palmeiras (risos). Eu sou uma metamorfose ambulante, entendeu? Mas eu não penso nisso, não. Eu penso em continuar aqui administrando o Palmeiras e ajudando os meus parceiros aqui dentro numa próxima gestão”, finalizou a presidente do Palmeiras.