Portal da Torcida
Tudo Sobre Futebol e Seu Time

Mais de R$ 200 milhões! Clube europeu DEFINE grande joia do Flamengo como alvo e deixa Landim pulando de alegria e felicidade

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo (Reprodução: Gilvan de Souza/CR Flamengo)
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo (Reprodução: Gilvan de Souza/CR Flamengo)

A atual janela de transferências foi bastante positiva para o Flamengo, cujo presidente é Rodolfo Landim. A saber, com saídas importantes, que ajudaram a equipe rubro negra a gerar fluxo de caixa, a diretoria do clube carioca também esteve ativa e acertou com importantes nomes para a sequência da temporada.

Em primeiro lugar, os membros da diretoria acertaram com o meio campo com o volante Allan, do Atlético Mineiro, que custou cerca de £ 8,2 milhões de euros (aproximadamente R$ 43 milhões de reais), bem como abriram os cofres para fechar a contratação do atacante Luiz Araújo, de 27 anos. A operação do atacante movimentou cerca de £ 9 milhões de euros ( R$ 48 milhões de reais na data de câmbio).

Além dos dois atletas brasileiros, outro importante reforço para o Flamengo foi o goleiro argentino Agustín Rossi, ex- Boca Juniors, da Argentina. O atleta de 27 anos chegou ao rubro negro para ser uma alternativa aos goleiro Santos e Matheus Cunha, após ter seu contrato encerrado na equipe argentina, Rossi passou os últimos meses emprestado ao Al Nassr, da Arábia Saudita, atuando em 8 partidas ao total.

Contudo, o rubro negro também definiu importantes saídas do elenco: o meio campo Matheus França, de 19 anos, que foi vendido para o Crystal Palace, da Inglaterra, por cerca de £ 20 milhões de euros fixos e mais £ 5 milhões em variáveis, bem como acertou a venda do atacante Mateusão, de 19 anos, para o Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, por cerca de £ 2 milhões de euros, aproximadamente R$ 10 milhões de reais.

Grande joia do Flamengo na mira do futebol europeu

Além de ter acertado boas vendas nessa janela, o clube carioca também recebeu boas cifras com vendas jogadores que já tiveram passagem pelo clube. Um grande exemplo aconteceu com o meia Vinícius Souza, negociado pelo Lommel, da Bélgica,  com o Sheffield United, da Inglaterra, em que a operação rendeu cerca £ 4 milhões de euros (cerca de R$ 21,6 milhões) aos cofres do Flamengo.

Dessa vez a negociação envolve outro ex- atleta do rubro negro: o volante João Gomes, de 22 anos, que atua no Wolverhampton, da Primeira Divisão da Inglaterra.

O jovem está em no começo de sua segunda temporada pelo Wolves, após ter sido contratado por £ 18,7 milhões de euros, mas suas boas atuações tem rendido pretendentes, a exemplo do Newcastle, também da Liga Inglesa, que disputará a edição da Champions League deste ano.

A tendência é que o Wolverhampton só negocie o atleta por propostas acima dos £ 40 milhões de euros, ou seja, cifras com valores superiores a R$200 milhões.

Assim, caso a negociação entre João Gomes e o Newcastle tenha um desfecho positivo, a equipe do Flamengo seria beneficiada pelo mecanismo de solidariedade da FIFA, que distribui para a equipe formada dos atletas um percentual da negociação.

O mesmo benefício pode acontecer caso o também meio campista Lucas Paquetá, de 25 anos e que está vinculado ao West Ham, seja negociado com o Manchester City, do técnico espanhol Pep Guardiola.