Portal da Torcida
Tudo Sobre Futebol e Seu Time

Soltou no ventilador, não mandou indireta e foi papo reto: Mauro Cezar manda a real para Diego, ex- Flamengo, e POLÊMICA chega com tudo no Flamengo

Diego Ribas e Mauro Cezar Pereira. Foto: Reprodução

A temporada atual do Flamengo é digna de esquecimento, uma vez que o clube começou empolgado, chegando até mesmo a provocar o poderoso Real Madrid, fazendo referência ao Mundial de Clubes, disputado em fevereiro.

Contudo, o que se vê do rubro-negro até agora é um cenário totalmente diferente, com um acúmulo de vexames. A saber, o rubro-negro carioca acumulou consecutivas derrotas na Supercopa do Brasil, na Recopa Sul-Americana, na Taça Guanabara e no Campeonato Carioca, além do já citado Mundial.

Esse amontoado de frustrações culminou na demissão de Vítor Pereira e, após isso, a chegada de Jorge Sampaoli, muito bem avaliado pela diretoria carioca naquele momento.

Entretanto, o argentino não conseguiu implementar suas ideias da maneira que desejava, e veio nova decepção: dessa vez, eliminação melancólica na Libertadores, apresentando um futebol muito ruim contra o Olimpia, do Paraguai.

Para piorar toda a situação, começaram a aparecer “tretas” na equipe: o então preparador físico do time, Pablo Fernández, deu um soco no atacante Pedro, sendo mandado embora em seguida.

Alguns dias depois, o volante Gerson agrediu o lateral Varela também com socos, ocasionando a fratura do nariz do uruguaio, que precisou até mesmo ir para o hospital. Ou seja: o clima na Gávea é tenso, e nem a classificação para as finais da Copa do Brasil parecem ter acalmado o ambiente por completo.

Mauro Cezar cutuca Diego e “dá a letra” para o Flamengo

A mídia não tem poupado críticas ao Flamengo como um todo: tem sobrado para diretoria, comissão técnica e, é claro, para os jogadores. A saber, a pressão para cima do Mais Querido é enorme, já que o elenco é muito caro para disputar praticamente apenas um título em todo o segundo semestre.

A respeito dos comentários da imprensa, algo que bombou nas redes nos últimos momentos foi a cutucada que o jornalista Mauro Cezar Pereira deu em Diego Ribas, ex-jogador do Mengão. O ex-atleta deixou claro, durante a transmissão da partida contra o Grêmio nessa última quarta-feira (16), que não tiraria Gabigol durante o duelo. Sobre isso, Mauro rebateu em uma rede social:

“Diego Ribas disse que não tiraria Gabriel. Alguém imaginaria que falasse algo diferente? Quando alguém sugerir Filipe Luís de técnico assim que parar de jogar, entenda que isso significaria a panela definitivamente no poder. E ela já chegou até ao microfone da transmissão.”

As polêmicas afirmações do jornalista indicaram a existência de uma “panela” de jogadores dentro do Flamengo, os quais seriam responsáveis por “mandar” no time, afetando, assim, o ambiente dentro do clube e a harmonia entre os atletas.

Flamengo na Copa do Brasil

Antes do início da Copa do Brasil de 2023, a diretoria do Flamengo estabeleceu uma meta orçamentária para o torneio: chegar às semifinais. Acreditava-se que essa fase seria um marco importante e alcançá-la seria considerado um sucesso financeiro.

No entanto, o Flamengo não apenas chegou às semifinais, mas também avançou para a grande final ao vencer o Grêmio na última quarta-feira. Essa vitória foi crucial não apenas para as aspirações esportivas do clube, mas também para suas metas financeiras.

Ao se classificar para a final da Copa do Brasil, o Flamengo garantiu uma premiação mínima de R$ 30 milhões, que é o valor destinado ao vice-campeão. Caso conquiste o título, o clube receberá um prêmio adicional de R$ 70 milhões, totalizando uma receita de R$ 100 milhões.