Portal da Torcida
Tudo Sobre Futebol e Seu Time

Sampaoli surpreende e crava o maior clube do Brasil: “Não pode perder”

Sampaoli surpreende e crava o maior clube do Brasil: “Não pode perder”. Foto: Reprodução / Internet
Sampaoli surpreende e crava o maior clube do Brasil: “Não pode perder”. Foto: Reprodução / Internet

O futebol brasileiro é reconhecido por sua paixão avassaladora e exigências implacáveis. Nesse cenário vibrante, Jorge Sampaoli, compartilhou suas perspectivas candentes sobre a intensidade do futebol no país e apontou o que considera ser o maior clube brasileiro. Em uma entrevista reveladora concedida ao jornal “Marca”, Sampaoli expôs as dificuldades enfrentadas em sua jornada no comando de gigantes como Santos, Atlético Mineiro e, mais recentemente, o lendário Flamengo.

Apesar da sua passagem conturbada pelo Flamengo, Sampaoli já havia acumulado experiências significativas no futebol brasileiro. No Santos, foi vice-campeão brasileiro em 2019, enquanto no Atlético Mineiro, conquistou o título estadual.

Conhecido por sua franqueza, Sampaoli não poupou palavras ao descrever a pressão avassaladora que os treinadores enfrentam no futebol brasileiro. Segundo ele, a liga nacional é “a mais exigente que já participei, dez mil vezes mais que a espanhola, por exemplo”. Ainda completou: “É disputada a cada dois dias, e você tem que ganhar sempre, sempre e sempre”. Essa afirmação destaca a rigorosa sequência de jogos e a intolerância a qualquer tropeço, mesmo que momentâneo e ressalta a intensidade das expectativas, juntamente com a necessidade de entregar resultados positivos. No Brasil, a margem para erros é mínima, e a cobrança por vitórias é incessante.

Sampaoli fala qual o maior clube

Ao refletir sobre sua jornada no Brasil, Sampaoli destacou a pressão constante por resultados como um fardo pesado a ser carregado. “Você não pode perder um único jogo”, afirmou o argentino, evidenciando a intolerância a qualquer tropeço, por menor que seja. Sobre sua passagem pelo Flamengo, o treinador argentino não hesitou em declarar o Rubro-Negro como “o maior clube do mundo, com 45 milhões de torcedores”. Essa afirmação audaciosa reflete o respeito e a admiração que o argentino tem pela grandeza do clube carioca e sua imensa torcida apaixonada.

Sampaoli vivenciou de perto a magnitude do Flamengo, comandando a equipe em 39 jogos. Nesse período, acumulou 20 vitórias, 11 empates e 8 derrotas, números que, apesar de promissores, não foram suficientes para satisfazer as expectativas da torcida. Um dos momentos cruciais da passagem de Sampaoli pelo Flamengo foi a final da Copa do Brasil contra o São Paulo. No confronto de ida, no Maracanã, o Tricolor Paulista saiu vitorioso por 1 a 0, com gol marcado por Calleri. No jogo de volta, no Morumbi, o empate em 1 a 1 selou o título inédito para o São Paulo e marcou o fim da linha para Sampaoli no Flamengo.

Apesar de acumular outros episódios negativos de relacionamento, a derrota na final da Copa do Brasil foi o fim, causando a sua demissão. Sampaoli, conhecido por não repetir escalações, o que incomodava a torcida, acabou sendo substituído por Tite no comando do Rubro-Negro.